esarcsenfrdeiwhiitpt

CORONAVIRUS, INFORMAÇÕES ESPECIAIS

Doutores e pesquisadores

Tratamento de sucesso contra COVID19 (Sars-Cov 2)

Imagem
Imagem

Apenas 2 meses depois, no início de novembro, após o aplicativo em massa onde, de acordo com os dados de importação, mais de 2500 metros cúbicos de dióxido de cloro foram produzidos, uma redução na mortalidade é observada quase a zero e redução clara da curva de infecção colocando a Bolívia em um lugar único, uma vez que os países vizinhos continuam a ter curvas incrementais. 

A nova lei nacionall permite que as universidades certifiquem e produzam dióxido de cloro como CDS para uso terapêutico. 

A implantação tem sido possível graças ao esforço de diversos grupos médicos, principalmente do COMUSAV liderado por Dr. P. Callisperis & Dr. Suxo na Bolívia. 

La COMUSAV (World Health and Life Coalition) reúne mais do que 4000 doutores em 24 países que estão usando CDS com sucesso retumbante para sua eficácia sem efeitos prejudiciais nas doses utilizadas.

Dióxido de cloro para Coronavírus: uma abordagem revolucionária, simples e eficaz.

Março de 2020 DOI: 10.13140 / RG.2.2.23856.71680 Licença CC BY-NC-SA 4.0 

Projeto: Estudo de toxicidade do dióxido de cloro em solução (CDS) ingerido por via oral Andreas Ludwig Kalcker e Helena Valladares. 

Co .: Liechtensteiner Verein für Wissenschaft und Gesundheit LI-9491 Ruggel www.lvwg.org  

E-mail alk@lvwg.org

Teoria do oxigênio com oxidação seletiva de patógenos através de ClO2.

Nos últimos 100 anos, a indústria farmacêutica se concentrou principalmente na concepção e uso de substâncias tóxicas para criar medicamentos para receptores específicos, sem nunca olhar para o alvo. 

Processo natural do corpo qual é a oxidação dos patógenos, como pode ser observado nos macrófagos do sistema imunológico. 

A nova terapia de oxidação seletiva que ao mesmo tempo fornece oxigênio molecular na forma de O2 abre possibilidades infinitas e uma nova tecnologia que pode ser essencial para o futuro humano.

-

O dióxido de cloro (ClO2) é usado há mais de 100 anos para combater todos os tipos de bactérias, vírus e fungos. Atua como desinfetante, pois em seu modo de ação acaba sendo um oxidante. 

[1 # BiologicalEfficacyList] 

É muito semelhante à maneira como nosso próprio corpo funciona, por exemplo, na fagocitose, onde um processo de oxidação é usado para eliminar todos os tipos de patógenos. O dióxido de cloro (ClO2) é um gás amarelado que, até o momento, não é considerado pela farmacopéia convencional como ingrediente ativo, embora seja utilizado de forma obrigatória para desinfetar e preservar bolsas de sangue doadas para transfusões. 

[2 # Estudos de Alcide sobre desinfecção de sangue] 

É utilizado também na maioria das águas engarrafadas próprias para consumo, pois não deixa resíduos tóxicos; além de ser um gás muito solúvel em água e que evapora a partir dos 11ºC. 

A recente pandemia de coronavírus Covid-19 exige soluções urgentes com abordagens alternativas. Portanto, o dióxido de cloro (ClO 2) em solução aquosa em baixas doses promete ser uma solução ideal, rápida e eficaz para a eliminação desse vírus.

Muitas vezes acontece que a solução é encontrada da maneira mais simples.

A abordagem é a seguinte: por um lado, sabemos que os vírus são absolutamente sensíveis à oxidação e, por outro, se funcionar em bolsas de sangue humano contra vírus como o HIV e outros patógenos, também pode funcionar logicamente neste caso.

O vírus SARS-COV-2 que causa a doença COVID-19 gerou uma mudança dramática na atividade global desde o final de 2019. Esta nova doença nos lembra da devastação sofrida pelas pandemias experimentadas durante a peste bubônica, cólera e chamada de gripe ou gripe espanhola. Até 03 de julho de 2020, o vírus gerou 10.710,005 casos e 517,877 mortes confirmadas no mundo.

Dos microrganismos desse gênero da família Coronaviridae, são conhecidas sete espécies que podem infectar humanos e possuem um genoma de RNA de fita simples com comprimento entre 26 e 32 quilos bases. O SARS-CoV-2 surgiu no final de 2019 na cidade de Wuhan na China e de lá se espalhou para a maioria dos países do mundo causando a primeira grande pandemia do século XXI. Inicialmente foi considerada uma infecção respiratória, que evolui para complicações respiratórias e sistêmicas graves que podem causar a morte de pacientes.

Após seis meses de evolução, sabe-se que a principal complicação é a pneumonite com consequente síndrome de desconforto respiratório, dano endotelial, tempestade de citocinas, coagulação intravascular disseminada, falência multissistêmica grave e, finalmente, óbito.

Supõe-se que seja transmitida principalmente pelas vias aéreas que penetram na mucosa, quando partículas de saliva são projetadas para fora através da tosse e espirro. Nos últimos meses, pesquisas realizadas na Itália mostraram que sua difusão aérea é muito maior do que se pensava inicialmente (Setti, Leonardo et al, Universitá di Bologna, 2020). 

A medicina atual não tem um tratamento realmente eficaz ou prevenção primária para conter covid19. As medidas propostas buscam reduzir a transmissão com distanciamento social, lavagem frequente das mãos e isolamento em casa, o que diminui a velocidade da infecção, embora não de fato o número de infectados.  

Isso causa um forte impacto social, de saúde e econômico em nível global.  

Todo médico está autorizado a usar procedimentos preventivos, diagnósticos e terapêuticos novos ou novos não checado segundo DECLARAÇÃO DA HELSINKI WORLD MEDICAL ASSOCIATION- Seção 37 (Isso também se aplica ao dióxido de cloro).

De acordo com o comunicado, só o médico tem a decisão de aplicar o tratamento e, caso o paciente solicite, está autorizado a usar o dióxido de cloro, cujo uso já é oficial na Bolívia contra covid-19. 

De acordo com a comissão de direitos humanos, qualquer administração que o proíba é responsável e qualquer Advertência não assinada não tem qualquer legalidade perante a lei.

* Em qualquer caso, deve ser observada a respectiva legislação nacional e, em particular, as suas disposições para utilização em caso de emergência nacional.

Legalidade

Links recomendados

Contato

Se desejar, você pode entrar em contato comigo por e-mail para qualquer outra informação que não apareça neste site.

Últimas notícias

Redes sociais

Devido às múltiplas censuras recebidas pelas redes sociais e plataformas de vídeo, essas são as opções de divulgação das informações disponíveis

Newsletter

Qualquer dúvida relacionada ao dióxido de cloro acesse o fórum de Saúde Proibida, também disponível em App Android.

Certifique-se de se inscrever em nosso boletim informativo no idioma de sua preferência para receber notificações importantes relacionadas às terapias com dióxido de cloro.

© 2021 Andreas Kalcker - Site Oficial.